July 17, 2019

Minha avó, de quem herdei o nome, fazia questão de reforçar com todas as filhas o quanto era importante casar-se, e, na igreja. Hoje, dias depois de termos celebrado os seus 98 aninhos, fico me perguntando o que vovó falaria agora sobre este assunto.

- Mamãe foi mulher...

December 20, 2018

Não a conhecia, eu achava. Foi uma amiga em comum que mostrou-me muito mais do que percebi inicialmente.

November 23, 2018

Quem disse que ser mãe é fácil? Em uma crônica deliciosa, a talentosa Lara Rovere conta-nos um pouco sobre como foi a sua experiência ao trazer a esse mundão sua filha.

March 17, 2018

Quando um relacionamento termina é natural entrarmos pela fase de negação. Será que fugir sempre é ruim?

December 4, 2017

Depois de um pé na bunda é normal sofrer. Mas, será que podemos? Neste texto, faço uma reflexão sobre sentir e demonstrar sentimentos como tristeza, raiva e magoa.

November 23, 2017

O que fazer depois de um pé na bunda? Neste texto, conto um pouco sobre como foi trabalhar em uma Startup na Europa.

October 16, 2017

Após o término de um relacionamento, é importante pensar sobre as escolhas feitas e perdoar-se.

September 27, 2017

O fim de um relacionamento traz a tona muitos sentimentos. Além de todos aqueles ligados aos estágios do luto - negação, raiva, negociação, depressão e aceitação - o medo do novo e de enfrentar o que antes era temido por você acaba por bater também na sua porta. E ago...

September 19, 2017

Depois de um pé na bunda (seja uma separação ou demissão, ou quem sabe as duas ao mesmo tempo) é preciso aportar em solo firme. Este novo destino tem sido importante para lembrar-me disto.

Please reload

SOBRE

Quando uma relação termina (seja ela romântica ou profissional) a vida parece empurrar você direto para o precipício. 

Recomeçar não é fácil, mas já que só iremos deixar de fazê-lo no dia que morrermos, que tal fazer boas caipirinhas com os limões que os "fins" teimam em deixar conosco? 

(Re)nascer aos 30: Depois de um pé na bunda, Cacau Ribeiro olhou para o retrovisor e viu que o caminho que havia traçado não a levaria ao "arco-íris". Muitos carimbos no passaporte e (re)descobertas depois, ela renasceu. Acompanhe esta jornada do começo clicando aqui.