(Re)nascer aos 30: Depois de um pé na bunda, Cacau Ribeiro olhou para o retrovisor e viu que o caminho que havia traçado não a levaria ao "arco-íris". Muitos carimbos no passaporte e (re)descobertas depois, ela renasceu. Clique aqui e acompanhe do começo.

O segredo para viajar sempre

 

 

O que você faz para viajar tanto?

Esta é a pergunta que eu e a Marina Storch do @mudeiarota ouvimos sempre.

Hoje eu trabalho de forma remota com a Mrs. Marketing e a Marina está em período sabático, o que acaba nos permite ter maior disponibilidade para viajar.

Mas, você que trabalha em emprego formal também pode realizar seus sonhos de viajante. 

Nós, quando trabalhávamos como executivas, também viajávamos sempre.

Qual é o segredo?

Focar, reduzir os custos da viagem e mudar de hábitos.

 

1. Sonhe, foque 

Qual é seu destino do sonhos?

Faça sua lista dos sonhos e defina o primeiro da lista.

Separe um tempo para definir quando você poderá ir e quanto você precisará para visitar o local desejado.

Qual é o valor médio das passagens?

Qual é o valor médio das diárias?

Qual é o valor médio gasto com alimentação?

Quanto custam os passeios que você deseja fazer?

Você precisa chegar a um valor alvo, sem esta informação você nunca saberá se possui recursos suficientes e quanto tempo precisa para consegui-lo.

 

2. Reduza os custos da sua viagem

Há várias formas de viajar gastando menos, seguem algumas dicas.

 

2.1 Passagens 

Este item pede um texto só para ele, porque é mais complexo.

Mas, a dica base é pesquisar e comparar os preços das passagens.

Você precisa saber como o preço está se comportando para entender quando ele está mais barato. 

Antes de procurar qualquer preço, use janela anônima pois os sites podem identificar a sua procura e aumentar o preço quando você procurar pela segunda vez.

- Data específica

Vá em sites que trabalham com mais de uma empresa aerea e use os recursos de alertas (Skyscanner, Decolar, Submarino, Viajanet, Passagens Imperdiveis , Melhores Destinos etc.).

Você cadastra os destinos, mês ou o período especifico e será notificado por e-mail sempre que o preço chegar no valor que gostaria ou quando ele sofrer alguma variação.

Se receber o alerta e a passagem está baixa, não espere.

Mas, antes confira no site da companhia aérea se o valor está menor, geralmente as OTAs (agências online) vendem mais caro, mas parcelam.

Já comprando nas companhias aéreas o valor pode estar menor, porém as condições de pagamento não são tão boas.

- Datas flexíveis

Se você não tem data específica, use sites como Skyscanner e Google Voos para pesquisar quando as passagens estão mais baratas para aquele destino e você programa a sua viagem levando em consideração menores valores.

Estes sites mostram o valor das passagens por dia e comparam várias companhias.

Assim, você terá mais chance de escolher a passagem mais baratas.

Também vale cadastrar seu e-mail nos sites agência (Skyscanner, Decolar, Submarino, Viajanet, Passagens Imperdíveis , Melhores Destinos)

Eles enviam para você as principais promoções independente do destino.

Basta ficar de olho e comprar quando aparecer algo interessante para você.

 

2.2 Hospedagens 

- Contatos 

É a hora de bater na porta de amigos, conhecidos e parentes.

Não há nada melhor que rever uma pessoa querida e ainda economizar com hospedagem.

- Economia compartilhada

A economia compartilhada é uma mão na roda quando falamos de hospedagem.

Alguns exemplos:

- Airbnb : pessoas alugam casas ou apartamentos inteiros ou quartos em suas casas. Dependendo da localidade é mais barato que as hospedagens tradicionais e é bem seguro.

- Couchsurfing : neste site pessoas oferecem espaço nas suas casas de graça. Aqui nem sempre o conforto é prioridade e deve-se ficar atento as referências da pessoa. 

- Workaway e Worlpackers: você paga uma taxa anual e pode inscrever-se para vagas do mundo todo em que troca-se trabalho por hospedagem.

- Comparar 

Os bons e velhos Booking , Trivago e  Agoda (muito usado na Ásia) não devem ser esquecidos. 

Caso você não deseje aventurar-se nas formas mais baratas, compare preços até encontrar algo que caiba no seu bolso. 

Lembre-se também que os hostels continuam sendo uma boa opção para quem quer economizar e muitos já priorizam o conforto e segurança dos hóspedes.

- Desconto e bônus

Abuse e use dos meus links de descontos e bônus:

- Desconto de R$ 130,00 na sua primeira hospedagem pelo Airbnb usando meu link.

- Bônus de R$50,00 em qualquer hospedagem feito pelo Booking usando meu link.

      

2.3 Alimentação

Priorize hospedagens que permitam o uso da cozinha.

Esta é uma modalidade muito usada por pessoas que alugam quarto pelo Airbnb e por alguns hostels.

Evite comer fora todos os dias, deixe estes momentos para dias especiais e sempre ande com seu lanche (a fome não é amiga da economia).

 

2.4 Passeios 

Pesquise o que pode ser feito onde você vai que é gratuito.

Em Paris, por exemplo, ver a Torre Eiffel é de graça, você só paga se quiser subir nela.

A experiência de ver a torre de longe ou ficar embaixo dela já é de tirar o fôlego.

Além disso, a fila para comprar os ingressos é enorme.

Quando fui, coloquei uma toalha no pé da torre e aproveite meu tempo lá observando as pessoas e comendo meu lanche. Depois, fui ver uma apresentação de opera na praça que fica ao lado.

A experiência foi maravilhosa e não gastei um centavo.

Visitar outros lugares é muito mais do que entrar e pagar por atrações turísticas.

 

2.5 Transporte

Procure ficar em locais bem localizados para evitar o uso de transporte, caso esteja em um local cujo transporte público é precário.

Já na Europa, você pode ficar um pouco mais afastado e pagar menos com hospedagem. Já que usar o transporte é fácil e rápido (decore os mapas do metrô e faça do Google Maps seu melhor amigo).

A bicicleta também é uma ótima opção em alguns locais. Em alguns países você pode optar por bicicletas compartilhadas.

Aplicativos como Uber ou o Grab (usado na Tailândia) também são uma boa opção caso você precise de carro. Em alguns países, você pode também compartilhar a corrida : você e uma outra pessoa que estão indo na mesma direção usam o mesmo carro e dividem os gastos. Tudo é organizado pelo aplicativo e é bem seguro. 

 

3. Mude seus hábitos  

Não tem para onde correr, se você é um assalariado e seus pais não são ricos, precisará economizar se quiser viajar sempre.

Já que você agora sabe quanto precisará para viajar, é hora de economizar para conseguir pagar as passagens, hospedagens e ter dinheiro para gastar lá.

Tanto eu quanto a Marina tivemos que mudar alguns hábitos quando decidimos fazer nossa primeira grande viagem.

Seguem alguns deles:

- Fuja de feriados

Evite viajar em feriados e finais de semana.

Opte por viajar nas férias para poder passar mais tempo viajando e gastar menos.

- Baladas

Diminuir as saídas e/ou trocá-las por passeios grátis.

Um montante considerável de dinheiro vai embora nas baladas, no cinema, nos shows, etc.

Sei que é complicado cortar este hábito, mas pense que em breve você estará no destino que tanto sonhou e por um tempo maior que a maior parte das pessoas.

É também possível divertir-se gastando pouco, procure e você achará boas opções na sua cidade. Parque e piqueniques, pipoca e Netflix, festinha em casa e comidinha caseira também são opções viáveis.

- Bebida

Se sair, beber menos ou não beba (grande parte do nosso dinheiro gastamos com a bebida ou ela nos ajuda a ficar com a mão mais aberta para outros itens).

- Roupas

Compre apenas o que você precisa e não o que você deseja. 

Reutilize, aproveite bazares e promoções e vá em brechós.

- Alimentação

A Marina tornou-se vegetariana, o que faz ela economizar bastante visto que a carne é um dos elementos mais caros do nosso prato.

Fuja de Ifood e restaurantes. Comer em casa ou levar comida de casa sempre é mais barato.

- Renda Extra 

Procure uma forma de ganhar dinheiro extra.

Eu alugo um quarto da minha casa pelo Airbnb e uso parte da renda para as minhas viagens.

 

Agora é colocar a mão na massa e começar a arrumar as malas.

Você ficou com alguma dúvida?

Você usa alguma dica que eu não falei?

 

Depois curia um pouco da minha última viagem, clicando aqui.

Até breve!

 

 

Share on Facebook
Please reload

TEXTOS RELACIONADOS

Please reload