(Re)nascer aos 30: Depois de um pé na bunda, Cacau Ribeiro olhou para o retrovisor e viu que o caminho que havia traçado não a levaria ao "arco-íris". Muitos carimbos no passaporte e (re)descobertas depois, ela renasceu. Clique aqui e acompanhe do começo.

Retiro de Yoga na Tailândia

31.10.2018

Tailândia: Retiro de Yoga

 

Depois de passar uns 45 dias em Bali, decidi ir para um retiro de Yoga na Tailândia.

Eu tinha um nível bem básico e quase não havia comido alimentação vegana na vida, mas senti-me em casa. Foram 15 dias de muito aprendizado, cuidando do meu corpo e da minha mente, novas amizades... Tudo que eu precisava naquele momento! Umas das melhores experiências da minha vida!

 

Onde?

 

Escolhi o retiro Suan Sati, em Chiang Mai (Norte da Tailândia). Encontrei esse centro através do site https://www.bookyogaretreats.com/  (Lá você encontra retiros do mundo todo).

 

O que achei?

 

Foi uma das melhores experiências da minha viagem. Os 15 dias me tiraram do sedentarismo e saí de lá com as baterias recarregadas. Mesmo que você não tenha nenhum contato com o Yoga. Faça! É uma experiência perfeita para quem está a procura de cuidar do corpo e da alma.

 

Curso e Valores?

 

O que está incluso:

 

- Tempo: 15 dias

- 11 de Yin yoga (em inglês) de segunda a sábado (duas aulas por dia, exceto sábado)
- Alimentação (3 refeições veganas por dia)
- Acomodação em alojamento
- Workshops ao longo da semana
Total: *14.000 THB (Apróx. R$1.600)
*Referente a junho/2018.

 

Como era a rotina?

 

Esta era rotina de segunda a sexta (aos sábados há somente uma aula, mas há todas as refeições durante o final de semana):

 

- Primeira aula: 6:00 (com voto de silêncio até o café da manhã);
- Café da manhã: 8:00 (morro de saudades deste café da manhã!);
- Workshop ou tempo livre: até as 12:00;
- Almoço: 12:00;
- Workshop ou tempo livre: até as 16:00;
- Segunda aula: 16:00;
- Jantar:18:00;

- Geralmente íamos dormir cedo,  porque a rotina durante dia era bem puxada.

 

Tínhamos a tarde do sábado e domingo livres. Aproveitamos sempre para ir aproveitar Chiang Mai (e atacar uma carnezinha!).

 

 

Como chegar?

 

- Brasil – Bangkok: avião (fui pela Air China)
- Bangkok – Chiang Mai: fui de ônibus. Mas também é possível ir de avião ou trem.
- Bangkok – Sukhothai (8 horas de viagem). 
Passei dois dias lá para conhecer o Parque Histórico de Sukhothai.
- Sukhothai  - Chiang Mai: comprei em uma agência no centro da cidade que fica em frente ao Parque Histórico (7:20 horas de viagem).

 

Este site é bem legal para comprar passagens de ônibus, comprei a primeira passagem nele: www.12goasia.com.

Você pode conferir os preços lá!

 

Demais dicas:

 

- Prepare-se para ter aquele contato com a natureza (não esqueça: repelente, lanterna, etc.)
- Não leve ou use garrafa descartável ou produtos que possam agredir o solo ( você pode até comprar lá alguns produtos de higiene pessoal).

 

Quer saber mais sobre minha história de recomeço? Leia aqui e me acompanhe no Instagram: @cacautells.

 

Ficou ainda dúvida? Deixa ela nos comentários.

Será um prazer ajudar você nesta sua jornada!

 

Share on Facebook
Please reload

TEXTOS RELACIONADOS

Please reload