(Re)nascer aos 30: Depois de um pé na bunda, Cacau Ribeiro olhou para o retrovisor e viu que o caminho que havia traçado não a levaria ao "arco-íris". Muitos carimbos no passaporte e (re)descobertas depois, ela renasceu. Clique aqui e acompanhe do começo.

Tailândia e Indonésia nas férias - parte 1

29.01.2019

É possível conhecer a Ásia mesmo que você não possa viajar por meses.

Eu iria viajar por  4 meses, mas duas amigas queriam ir comigo e só poderiam usar os dias das férias.

Fizemos, então, um roteiro de 20 dias levando-se em consideração  conhecer o máximo de coisas possíveis, porém sem tanta correria.

Escolhemos focar na Tailândia e Indonésia, conhecendo neste último apenas Bali (que já é muita coisa).

Abaixo detalho para vocês o que visitamos nesses dias maravilhosos.

 

Tailândia: dias 1 a 6 (Bangkok e Ilhas Phi Phi)

 

Bangkok (Templos, Balada e Comprinhas)

 

Ficamos em uma hospedagem que ficava próxima aos locais que queríamos conhecer. 

Até optamos por uma mais cara porque sabíamos que chegaríamos cansadas (ficamos em Feung Nakorn Balcony Rooms and CafeAbre). 

Fomos em Abril e estava muito quente, uma caminha boa e ar-condicionado eram itens essenciais.

Se for fazer sua reserva pelo Booking, use esse link para ter desconto nas hospedagens. 

 

Dia 1 (descansar)

Melhor não programar nada, porque geralmente chega-se muito cansado devido a viagem.

No nosso caso, ainda tivemos o agravante da companhia área perder nossa bagagem.
Se chegar com energia, você pode adiantar a programação ou fazer outros passeios.

Nós ainda conseguimos visitar a Kaoh San Road.

 

Dia 2 (templos e balada) 

Use algo que cubra os ombros e as pernas, nada de roupas coladas.

Vale comprar uma canga bonita por lá e usar sobre algo mais curto (estava muito quente quando fomos, então ficar muito vestido depois de sair dos templos será um pouco desconfortável).

Assim, poderá tirar quando for deslocar-se.

Fizemos a programação deste dia em dois porque a bagagem demorou um pouco para chegar, mas é possível fazê-la em um dia caso não passem por este probleminha!

 

Manhã 

Grand Palace: foi a morada do império por 150 anos e também abriga o Templo do Buda de Esmeraldas. 

-   Horário de funcionamento: 08h30 às 15h30 (domingo a domingo).
Valor de entrada: 400 Baths.

 

Tarde   

 

Wat Arun: o templo é um pouco diferente dos demais (ele é branco) e é uma ótima pedida para o nascer do sol.

- Valor da entrada: 100 Baths.

- Transporte: pegamos um barco que faz parte do transporte público que fica no Tha Tian Express Boat Pier até o píer do Wat Arun.

Não lembro o preço, mas sei que foi menos que 2 reais.

 

 

Wat: lá fica o Templo do Buda Reclinado (que é maior que nosso Cristo Redentor).

Ficamos lá até fecharem e amamos o pôr do sol.

É lindo ver os últimos raios do sol batendo nos telhados dourados do telho.

- Valor de entrada: 100 Bahts.

- Transporte: fizemos o caminho de volta de barco até o pier e fomos a pé para lá (fica há alguns quarteirões do Wat Arun e de onde ficamos hospedadas).

 

Noite

 

Kaoh San Road : o filme A Praia eternizou esta rua quando o Leonardo DiCaprio ainda era novinho (e gato). 

A Kaoh é um caos: Você vai encontrar tudo de ruim e bom da Tailândia por lá (turistas do mundo todo, coisas para comprar, balada, comidas de rua, muita sujeira e vendedores chatos).

É também um local para encontrar os escorpiões no palito e outros animais estranhos.

A comida é mais para turistas. Não tive coragem de experimentar, mas fique a vontade se quiser provar esta guloseima (eles cobram até para tirar fotos dos bichinhos).

Uma boa pedida é o sorvete de coco. Amei!

 

Dia 3 (Mercados e ida para as ilhas Phi Phi)

Acabamos não fazendo o passeio dos mercados por causa da historinha da bagagem também. Ficamos tristes, mas paciência.

Fica a dica para fazê-lo no terceiro.

 

Durante o dia

Mercado Flutuante de Damnoen Saduek e o Mercado do Trem de Maeklong
Fica mais distante, então vale a pena pagar por um tour.

Geralmente, eles são vendidos nas hospedagens. Você pagará por uma van que pegará você no hotel e deixará você lá na volta.

- Transporte: Van + barco até o mercado flutuante. Este último você pega próximo ao local onde a van deixa você.

Quando voltarem, a van levará você até o Mercado do Trem.

- Valor transfer: 400 Baths ( não lembro o preço do barco, mas é barato).

 

Noite

 

Viagem para as Ilhas Phi Phi 

- Transporte: taxi (usamos o aplicativo Grab) + avião até Kabri (cidade mais próxima às Ilhas) + van + barco até Phi Phi.

Pegamos um taxi e fomos para o aeroporto. A viagem de avião foi durante a madrugada.

Como chegaríamos cedo e cansadas, compramos já a passagem + transfer até o porto pela companhia NokAir.

Você pode ir de taxi até o porto também.

Não chegamos a comparar se ir de transfer seria mais caro que ir de taxi porque priorizamos a comodidade.

 

Ilhas Phi Phi (praias lindas, passeio de barco, pôr do sol maravilhoso e baladas)

Depois de muito budismo, mercados locais e a Koah San Road, é hora de deliciar-se com praias lindas e algumas baladas de frente para o mar.

Ficamos hospedadas no hostel (que também tem quartos privados) e é conhecido pela sua pool party: Ibiza House Phi Phi. 

Se for fazer sua reserva pelo Booking, use esse link para ter desconto nas hospedagens.

 

Dia 4 (reconhecer território)

 

Durante o dia

Centrinho e pôr do sol na Loh Dalam Bay: passear pelo centrinho e curtir o pôr do sol na praia foi muito gostoso. Você já pode ir fechando os outros passeios com as agências e aproveitar um pouco da comida local.

- Transporte: a ilha é pequena, basta usar o pé dois.

 

Noite

Curtir a noite na Loh Dalam Bay ou centrinho: os tradicionais shows de fogos, shows da cordinha ( você ganha dose de tequila se passar por debaixo de uma corda ) e as pool parties

Aproveite para treinar o inglês e conhecer gente (bonita) do mundo todo.

- Valor: não pagamos nenhum valor pela entrada, você paga apenas pela bebida.

 

Dia 5 (praias, pôr do sol e pool party)

 

Manhã 

 

Laem Him e Long Beach: Fomos a pé para o outro lado da ilha e conhecemos as praias Laem Him e Long Beach.

-   Transporte: o bom e velho pé dois, usamos o google maps e deu tudo certo.

Tarde

 

View Point: depois do almoço caminhamos até o View Point para aproveitar o pôr do sol de lá. A vista é linda. É uma experiência única.

-   Transporte: o bom e velho pé dois, usamos o google maps e deu tudo certo.

-  Valor: 50 Baths.

Noite

 

 

Ibiza Pool Party: a festa começa a tarde mas vai até perto de meia noite. Já havíamos passado por lá antes de ir ao View Point. Voltamos depois do pôr do sol e ficamos até perto do fim.

- Quando: acontece as terças, quintas e domingos (a partir das 13:00).

-  Valor: não pagamos porque estávamos hospedados lá. 

Dependendo do dia eles cobram ou não a entrada de visitantes, no dia que fomos cobraram só no começo da festa mas quando voltamos todos podiam participar.

 

Dia 6 (passeio de barco e ida para Bangkok)

 

Manhã e Tarde

Passeio de Barco: fizemos o passeio para visitar algumas praias da ilha principal e praias da Ilha Phi Phi Lee.

O passeio é bem completo e está incluso bebidas, frutas e almoço.

Você irá conhecer a Bamboo Island, Nuy Bay, Monkey Beach, Wong Long Bay, Maya Bay (também eternizada pelo filme A Praia), Pileh LagoonViking Cave e o Shark Point

Já tínhamos deixado tudo pronto, voltamos para o hotel, pegamos as malas e começamos a jornada de volta para Bangkok.

- Quando: melhor pegar os passeios que saem bem cedo para evitar pegar as praias lotadas. O barco saiu as 7:45 e chegamos na Ilha Phi Phi Don (a ilha principal) as 14:30.

- Transporte para Indonésia: pegamos o barco até Krabi, pagamos um transfer e fomos para o aeroporto.

Noite

Bangkok

Chegamos a noite e fomos dormir, mas você pode aproveitar para ir a Koah San Road outra vez se tiver pique.

Ficamos hospedados no mesmo local que ficamos antes ( no Feung Nakorn Balcony Rooms and CafeAbre). 

-   Transporte: fomos de avião pela AirAsia. Já no aeroporto usamos o bom e velho Kabri.

 

Dia 7 (visitar os templos de Ayutthaya ou fazer compras)

Planejamos visitar Ayutthaya mas como o celular da minha amiga estava quebrado ( a pool party fez isso!) aproveitamos o dia para consertar o celular dela e fazer algumas compras.

 

O dia todo

 

MBK Center

Lá é o paraíso das muambas, mas também há coisas boas.

Compramos de artesanato a eletrônicos e conseguimos consertar o celular dela.

Há ótimos restaurantes lá bem como vários itens curiosos (muita colorido e coisas engraçadas).

Não sou muito de compras mas adorei o passeio.

- Transporte: fomos de carro (usamos o Grab).

Ou, Ayutthaya

O passeio até lá é também oferecido nas hospedagens. 

Você pode ir por conta própria: negociando com os taxistas, indo de ônibus ou trem. Mas, se você está seguindo este roteiro, aconselho fechar o pacote visto que terá pouco tempo e não pode errar.

Vale a visita porque é como viajar no tempo já que a cidade foi capital da Tailândia no passado.

 

Ida para Indonésia

Nosso voo partia de Bangkok as 19:45. Portanto, assim que voltamos das compras, pegamos as malas, guardamos as comprinhas e partimos para o aeroporto. 

-   Transporte: fomos de carro até o aeroporto, pegamos outro voo da AirAsia e chegamos no Dempassar (aeroporto de Bali). 

 

 

Os demais dias deixamos para aproveitar Bali.

Próxima semana, publico o detalhe do que fizemos por lá.

Você ficou com alguma dúvida?

Deixe aqui nos comentários. 

Aproveite para ver o meu relato sobre o retiro de Yoga que fiz no norte da Tailândia (em Chiang Mai) clicando neste link.

 

Dica de transporte: os taxistas costumam fechar um valor (que geralmente é bem mais carro) para as corridas e não usar o taxímetro.

Há também a cobrança de pedágio em alguns locais que não estão inclusos no preço do Grab.

Por isso, é importante ter dinheiro trocado já que terá que pagar na hora que o motorista passar pelo pedágio.

Ahh, você pode chamar moto, tuk-tuk e até pedir comida pelo aplicativo.

Eu experimentei todas os tipos de transporte (voltei para Tailândia depois que as meninas foram embora) e achei bem interessante.

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Please reload

TEXTOS RELACIONADOS

Please reload